Abertura de empresa em Mato Grosso do Sul já pode ser feita em questão de segundos, anuncia o Governo do Estado

Projeto implantado pelo Governo do Estado, por meio da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul) já permite que a abertura de empresas em Mato Grosso do Sul seja realizada de forma totalmente digital, on line e com emissão de registro e CNPJ em questão de segundos.

 

O Registro Automático de empresas, lançado oficialmente ontem (2.7), no auditório da Semagro, é mais uma etapa do processo iniciado em 2015 pela administração estadual, em parceria com o Sebrae e demais instituições do setor produtivo, para desburocratizar e oferecer mais agilidade e segurança no processo de abertura de empresas em Mato Grosso do Sul.

 

“A estratégia do governador Reinaldo Azambuja tem sido trabalhar fortemente o Governo Digital, e-Gov, para promover a desburocratização dos serviços públicos e dar mais agilidade e confiança ao cidadão. Na Semagro, seguem essa linha a Resenha Virtual de Equídeos, e-Saneagro, e-Florestal e agora prosseguimos com a modernização da Jucems. A tecnologia tem de ser utilizada para facilitar a vida do cidadão e promover essa interação de confiança com o poder público. Nesse sentido, estamos alinhados com a nova ótica do governo federal, que é confiar no cidadão e destravar o caminho das micro e pequenas empresas, como é o caso da MP da Liberdade Econômica”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

 

De acordo com o secretário, “essa é uma das entregas pactuadas pela Semagro junto ao Governo do Estado. Com a Junta Digital, lançada no ano passado, nós já havíamos reduzido de 35 para 3 dias o tempo gasto para o empresário ter em mãos toda a papelada que autoriza sua firma a entrar em atividade. Agora, com a implementação do Registro Automático, esse prazo pode cair para alguns poucos segundos, dependendo da natureza e complexidade do empreendimento”.

 

A implantação do Registro Automático da Junta Comercial foi autorizada pela Deliberação Plenária JUCEMS nº 002 de 19 de junho de 2019, publicada em Diário Oficial e que “Autoriza e disciplina os procedimentos para a adoção do registro Automático de Empresas, de que cuida a Medida Provisória nº 876, de 13 de março de 2019, no âmbito desta Junta Comercial do Estado de Mato Grosso do Sul – JUCEMS, mediante a utilização dos sistemas informatizados de registro com a funcionalidade específica no Sistema de Registro Mercantil/SRM”.

 

De acordo com o diretor-presidente da Jucems, Augusto César de Castro, basta acessar o site www.jucems.ms.gov.br. “O serviço está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana. É possível para constituição de empresário, Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) e LTDA. O usuário tem o seu documento aprovado em milésimos de segundo, com o Registro e CNPJ gerados automaticamente, sem a necessidade de intervenção humana. Para o empreendedor, é mais uma barreira que cai. A Junta agora cumpre um papel fundamental, que é o de facilitar o ambiente de negócios em nosso Estado”, explica.

 

Jucems Digital

 

A primeira etapa do Projeto Jucems 100% Digital começou a operar em novembro de 2018, após um longo período de ajustes e adequações. “Há quatro anos trabalhamos efetivamente para implantar a primeira parte do sistema, dando um passo por vez e nos preocupando diariamente com todas as partes envolvidas nesse processo, principalmente contadores e empresários”, disse.

 

O projeto começou em 2015 e contou com o intercâmbio com as Juntas Comerciais de nove estados, além do diálogo com contabilistas, empresários e demais usuários. Hoje, serviços como constituições, alterações, extinções e arquivamento de outros documentos de interesse do empresário, além de emissão de certidões, podem ser feitos a qualquer horário do dia. “Totalmente digital e seguro. Isso garante segurança jurídica e tranquilidade aos empresários, que encontram no site da Jucems tutoriais para auxiliar na hora de utilizar o sistema”, explica o diretor-presidente.

 

O atendimento pela internet já está disponível aos 79 municípios sul-mato-grossenses, evitando que empresários, contadores e advogados façam o deslocamento físico para resolver as questões até os postos de atendimento. A Junta virtual funciona durante as 24 horas, sendo que os serviços podem ser acessados a qualquer hora do dia, até aos finais de semana e feriados.

 

Outra vantagem é que a documentação necessária para cada serviço está pré-definida no sistema, com atendimento centralizado, facilitando na tomada de decisão e incentivando o empreendedorismo no estado.

 

A entrega física de documentos é desnecessária, isso acontece por meio do serviço online, com autenticação do material via certificação digital: A2 para Pessoa Física e A3 (Pessoa Jurídica).

Venda de veículos tem alta de 13,45% primeiro semestre deste ano, mostram dados divulgados pela Fenabrave

A venda de veículos automotores registrou alta de 13,45% no primeiro semestre de 2019 em comparação a igual período do ano anterior. Segundo dados divulgados ontem (2) pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), 1.919.047 unidades foram licenciadas de janeiro a junho de 2019, ante 1.691.532 unidades comercializadas no mesmo período do ano passado.

 

As vendas levam em conta automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus e motocicletas. No mês de junho foram emplacados 316.475 veículos, 11,71% abaixo do volume registrado no mês de maio de 2019, quando 358.456 unidades foram licenciadas. Na comparação com junho de 2018, mês que registrou 287.697 unidades emplacadas, a alta é de 10%.

 

Para o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, o desempenho negativo no mês de junho se deve aos dias úteis a menos em junho. “Tivemos 19 dias úteis em junho contra 22 dias úteis em maio, ou seja três dias úteis a menos. Essa redução de três dias úteis provocou uma que a de 11,71% no setor como todo em Junho, porém as vendas diárias no mesmo período cresceram 2,23%”, comemorou.

 

Já o resultado positivo no semestre está relacionado ao período sem eventos adversos. “No acumulado o crescimento chegou a 13,45%, mas no primeiro semestre do ano passado fomos afetados pela greve dos caminhoneiros e pela Copa do mundo de futebol que impactaram as vendas do setor”, relembrou o presidente da Fenabrave.

 

Mas ele destacou também que as vendas de caminhões e motocicletas puxou o crescimento no acumulado de 2019. Os caminhões registraram alta de 44, 93% no semestre se comparado com o mesmo período de 2018. Já as motocicletas venderam 16,04% a mais do que o mesmo semestre do ano anterior.

 

Nos segmentos de automóveis e comerciais leves, o resultado do semestre registrou 1.248.899 unidades emplacadas, representando crescimento de 10,81% em relação a igual período do ano passado, quando foram licenciadas 1.127.052 unidades. Em junho, esses dois segmentos somaram 213.438 unidades emplacadas, contra 234.162 em maio, registrando queda de 8,85%.

 

O destaque no semestre ficou por conta do segmento de ônibus, que registrou venda de 12.403 unidades, ou seja, alta de 71,36% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram vendidos 7.238 ônibus. “Esse crescimento se deve principalmente ao Programa Caminho da Escola e à renovação da frota de ônibus rodoviário e urbanos”, apontou o representante do segmento de caminhões, ônibus e implementos, Sérgio Zonta.

 

Projeções

 

Apesar dos resultados positivos do primeiro semestre, as projeções não são tão otimistas. “Revisamos nossas projeções e para o setor em geral, projetamos crescimento de 9,17% contra 10,7% previstos em abril”. Para o presidente da Fenabrave, a revisão se deve ao cenário atual. “Eu levaria em conta a queda de confiança do consumidor e a expectativa com as reformas, e quando fizemos a última expectativa estávamos num cenário mais positivo”, disse Assumpção.

 

Fonte: Agência Brasil