Conheça 13 cursos oferecidos pela Escola Senai de Campo Grande para conquistar uma vaga na área da construção civil

A indústria da construção civil está contribuindo para aquecer o mercado de trabalho em 2020 e a previsão do Sinduscon-MS (Sindicato Intermunicipal da Indústria da Construção de Mato Grosso do Sul) é de que mais de 5 mil novos postos de trabalho sejam criados somente neste ano pelo segmento no Estado. Porém, para concorrer a uma vaga, o profissional precisa ter qualificação e conhecimento em novas tecnologias, assim, esse é o momento oportuno para as pessoas que pretendem iniciar uma carreira na construção civil e retornar ao mercado de trabalho.

 

A Escola Senai da Construção, em Campo Grande (MS), está com inscrições abertas para 455 vagas distribuídas em 13 cursos para qualificar trabalhadores em diversas áreas da construção civil, com início das aulas previsto para 3 de março. “A oportunidades de emprego são muitas dentro desse segmento. Além disso, a procura hoje é por mão de obra qualificada e comprometida, profissionais que se envolvem e têm conhecimento teórico aliado à técnica”, afirmou o gerente da instituição, Roger Benites.

 

Ele ainda destaca que os cursos disponibilizados pela Escola Senai da Construção atendem às demandas da indústria e contam com uma infraestrutura moderna e instrutores capacitados para ensinar e preparar os alunos para as necessidades reais do mercado de trabalho. “São formações que aliam teoria e prática e o aluno sai daqui pronto para o mercado”, completou.

 

Confira abaixo os 13 cursos com matrículas abertas:

 

1 – Orçamento de obras

Descrição: Proporcionar capacidades técnicas e de gestão, visando mensurar custos e despesas que envolvem a construção de uma edificação.

Idade: 18 anos

Escolaridade: Cursando ou ter concluído o Ensino Fundamental

Experiência necessária: Comprovar conhecimentos e experiência (mínimo 6 meses) na área da Construção Civil

Período: Vespertino ou noturno

 

2 – Pedreiro de reforma geral

Descrição: Proporcionar qualificação de nível básico a profissionais que atuarão nas várias ocupações, tais como: alvenaria, revestimento, instalação hidráulica e pintura, utilizando os mais variados tipos de materiais, equipamentos, ferramentas, acessórios e técnicas de aplicação, desenvolvendo competências e trabalhando com segurança.

Idade: 18 anos

Escolaridade: Cursando ou ter concluído o Ensino Fundamental

Período: Vespertino ou noturno

 

3 – Eletricista instalador residencial

Descrição: Executar e manter as instalações elétricas em edificações atendendo aos requisitos técnicos, de qualidade, de saúde, higiene e segurança, e de meio ambiente.

Idade: 18 anos

Escolaridade: Cursando ou ter concluído o Ensino Fundamental

Período: Vespertino ou noturno

 

4 – Fundamentos de reparos residenciais elétricos

Descrição: O Curso de Eletricidade Básica tem por objetivo a introdução para o desenvolvimento de competências que permitam o a execução de instalações elétricas residenciais de baixa tensão, de acordo com normas técnicas, ambientais e de segurança.

Idade: 18 anos

Escolaridade: Cursando ou ter concluído o Ensino Fundamental

Período: Vespertino ou noturno

 

5 – Instalação de cerca elétrica

Descrição: O curso de Instalação de Cerca Elétrica tem por objetivo capacitar o participante na instalação de cerca elétrica para proteção de perímetros residenciais de acordo com normas técnicas, ambientais e de segurança aplicáveis.

Idade: 18 anos

Escolaridade: Ensino Fundamental completo

Experiência necessária: Experiência comprovada em função qualificada da área de instalações elétricas prediais e/ou industrial. Ou já ter cursado a qualificação profissional de Eletricista instalador residencial.

Período: Vespertino ou noturno

 

6 – Carpinteiro de estruturas de telhados

Descrição: Proporcionar o desenvolvimento de fundamentos técnicos e científicos e de capacidades de gestão na construção estruturas de telhados em madeira, seguindo normas técnicas, de qualidade, de saúde, de segurança, meio ambiente e procedimentos técnicos.

Idade: 18 anos

Escolaridade: Cursando ou ter concluído o Ensino Fundamental

Período: Vespertino ou noturno

 

7 – Mestre de obras

Descrição: Supervisionar as etapas de execução em canteiro de obras e participar na execução do planejamento da obra, criando condições para garantir a qualidade, a segurança no trabalho e a preservação ambiental.

Idade: 18 anos

Escolaridade: Ensino Fundamental completo

Experiência necessária: Experiência comprovada, no mínimo 03 anos, em função qualificada da área da Construção Civil.

Período: Vespertino ou noturno

 

8 – Técnicas de assentamento de porcelanato e pastilhas cerâmicas

Descrição: aperfeiçoar técnicas na área de revestimento que envolvam o assentamento de porcelanato e pastilhas cerâmicas, seguindo normas técnicas, de qualidade, de saúde, de segurança, meio ambiente e procedimentos técnicos.

Idade: 18 anos

Escolaridade: Ensino Fundamental completo

Experiência necessária: Experiência comprovada em função qualificada da área da Construção Civil. Ou já ter cursado a qualificação profissional de Pedreiro de Revestimento.

Período: Vespertino ou noturno

 

9 – Segurança na operação de empilhadeira segundo a NR 11

Descrição: Preparar profissionais para realizar procedimentos de segurança em atividades que envolvem a operação de empilhadeiras, utilizando medidas preventivas e protetivas aos trabalhadores, conforme norma regulamentadora nº 11.

Idade: 18 anos

Escolaridade: Ter concluído o 5º ano do Ensino Fundamental

Experiência necessária: Ter experiência ou formação comprovada na operação de máquinas ou operação de transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais.

Período: Vespertino ou noturno

 

10 – Topografia aplicada à construção civil

Descrição: Preparar profissionais para aperfeiçoar competências relativas ao desenvolvimento gráfico de projetos de edificações, considerando as normas técnicas, de segurança e saúde do trabalho e legislações específicas.

Idade: 18 anos

Escolaridade: Ensino Fundamental completo

Experiência necessária: Formação ou experiência comprovada na área de construção civil.

Período: Vespertino ou noturno

 

11 – Técnicas para aplicação de gesso 3D

Descrição: Preparar profissionais para realizar os processos que envolvam os trabalhos com o gesso 3D, seguindo normas técnicas, de qualidade, de saúde, de segurança, meio ambiente e procedimentos técnicos, criação de paredes com o chamado Gesso 3D.

Idade: 18 anos

Escolaridade: Ensino Fundamental completo

Experiência necessária: Formação ou experiência comprovada na área de construção civil.

Período: Vespertino ou noturno

 

12 – Alvenaria estrutural

Descrição: O Curso de Aperfeiçoamento Profissional Alvenaria Estrutural tem por objetivo o desenvolvimento de competências relativas ao assentamento de alvenaria estrutural armada ou amarrada.

Idade: 18 anos

Escolaridade: Ensino Fundamental completo

Experiência necessária: Experiência comprovada em função qualificada da área da Construção Civil. Ou já ter cursado pedreiro de alvenaria.

Período: Vespertino ou noturno

 

13 – Instalador hidráulico

Descrição: Executar e manter as instalações hidrossanitárias em edificações atendendo aos requisitos técnicos, de qualidade, de saúde, higiene e segurança, e de meio ambiente.

Idade: 18 anos

Escolaridade: Ter concluído 5º ano do Ensino Fundamental

Período: Vespertino

Economia gerada por operações antifraude mais que dobrou em 2019; ações fizeram governo economizar R$ 961 milhões

A economia gerada por operações especiais antifraude mais do que dobraram em 2019. Segundo balanço divulgado recentemente pelo Ministério da Economia, as ações resultaram em economia de R$ 961 milhões no ano passado, 107,1% a mais que os R$ 464 milhões registrados em 2018.

 

O cálculo considera os recursos que o governo deixará de pagar após a desarticulação de esquemas criminosos pela Força-Tarefa Previdenciária e Trabalhista. A fiscalização especial reúne a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal.

 

Segundo o Ministério da Economia, o resultado foi alcançado por meio do aperfeiçoamento dos métodos de investigação, além da coordenação entre os órgãos da força-tarefa. De acordo com a Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista da pasta, no ano passado foram realizadas 45 operações especiais e 21 ações de flagrante.

 

A pasta também cita o fortalecimento da estrutura de inteligência da coordenação, que passou a difundir o conhecimento dos esquemas de fraude

 

As operações resultaram no cumprimento de 551 mandados judiciais. Desse total, 415 foram de busca e apreensão, 127 de prisão e nove de afastamento das funções públicas. Além disso, 42 pessoas foram presas nas ações de flagrante.

 

Segundo o Ministério da Economia, os esquemas que visavam a lesar a Previdência, o abono salarial e o seguro-desemprego, entre outros direitos trabalhistas, provocaram prejuízo de pelo menos R$ 302 milhões aos cofres públicos nos últimos anos. Para calcular a economia de R$ 961 milhões, a pasta estimou o impacto para o governo caso os esquemas criminosos continuassem.

 

Inquéritos

 

A economia gerada em cada operação também subiu no ano passado. Em 2019, cada operação especial resultou, em média, em economia de R$ 21,3 milhões, contra R$ 7,6 milhões médios registrados em 2018. De acordo com o Ministério da Economia, o resultado demonstra o aumento na eficiência das ações antifraude.

 

A Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista iniciou, em 2019, a análise de 137 novos casos de suspeita de fraudes estruturadas. Outros 126 processos foram concluídos e encaminhados para investigação da força-tarefa. Com base nos relatórios, a Polícia Federal instaurou 56 inquéritos para investigar esquemas criminosos contra a Previdência Social.

 

Principais fraudes

 

A falsificação de documentos concentrou 84% de todas as investigações. Pelo menos 50% delas constataram o uso de documentos de identidade e de registro civil falsos. Para o Ministério da Economia, a adoção da identificação biométrica em todo o país é essencial para reduzir as falsificações.

 

Fonte: Agência Brasila