Abertura de empresas em agosto é a maior do ano em Mato Grosso do Sul, segundo a Jucems

Mato Grosso do Sul abriu 614 empresas em agosto, o resultado é o maior entre os oito meses de 2018. Os números são divulgados pela Junta Comercial de MS (Jucems), órgão vinculado a Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

 

No mês passado a Jucems registrou também 359 empresas extintas e 2.381 alteradas. O número alto é reflexo da implantação do Jucems Digital, um sistema que tornará digital todos os processos da Junta Comercial, como explica o diretor-presidente Augusto de Castro.

 

“O registro 100% digital entra em vigor em novembro, mas o prazo inicial era 1º de agosto, o que provocou uma corrida dos empresários para regularizarem seus registros e consequentemente aumentou os números”, explica Augusto, ao lembrar que a data de implantação foi adiada a pedido dos profissionais de contabilidade.

 

O número de abertura de filiais também bateu recorde em agosto. São 209 novos negócios abertos, sendo este o melhor resultado de 2018 e da série histórica que começou em 2007. As alterações de filiais somam 157 unidades e as extinções, 80.

 

Mantendo a tendência, o setor de Serviços é responsável por 382 empresas abertas em agosto, ou 62% das 614. O Comércio representa 34,2% do total enquanto que 3,5% dos novos empreendimentos estão ligados a Indústria.

 

Campo Grande continua sendo a cidade do Estado que concentra 43% das novas empresas, seguida por Dourados com 10,7% e Três Lagoas com 4%. Entre os municípios menores, se destacam Ponta Porã (3,75%) e Nova Andradina (3,4%).