CDL CG busca solução para prédio da antiga rodoviária da Capital e cria comissão

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande – CDL CG decidiu buscar solução definitiva para ocupação do prédio da antiga rodoviária da Capital. Para isso realizou reunião com empresários interessados em ir para o local e proprietários de salas.

 

Na reunião, os empresários expressaram suas dúvidas em relação ao local, especialmente com a parte que cabe à Prefeitura de Campo Grande. “O prédio tem ótimos atrativos, fica na área central, é grande, faz parte da história de Campo Grande, porém sem definição da Prefeitura, não é possível que os proprietários façam investimentos em melhorias. É preciso que o poder público dê uma solução definitiva para a parte que lhe cabe”, afirmou Heloisa Carvalho Cury, uma das proprietárias de salas no local.

 

O presidente da CDL CG, Adelaido Vila, afirmou que a entidade vai intermediar a questão junto ao poder público, cobrando soluções e buscando parcerias para que o local seja revitalizado. “Nosso papel, enquanto entidade representativa do comércio da capital, é defender os empresários e promover o desenvolvimento do setor varejista, para isso vamos buscar soluções, parcerias e projetos para que aquele espaço, que tanta importância já teve em nossa cidade, volte a ser um polo de prosperidade em Campo Grande”, afirmou Adelaido.

 

Na reunião foi criada uma comissão, capitaneada pela CDL CG, que, entre outras ações, buscará uma agenda com o prefeito de Campo Grande, Marcos Trad, para definição do que será feito, e em qual prazo, com o espaço que pertence ao município.

 

Foto: Valdenir Rezende

Mato Grosso do Sul deve exportar 1 milhão de toneladas de soja pelo Porto de Concepción

Ao menos um milhão de toneladas de soja de Mato Grosso do Sul devem ser exportadas para a Argentina pelo Porto de Concepción, no Paraguai. O terminal portuário que fica a 200 quilômetros de Pedro Juan Caballero/Ponta Porã foi reativado nesta terça-feira (20.2) pelo presidente paraguaio Horacio Cartes. O secretário de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul, Marcelo Miglioli, participou do ato.

 

“Além de ser uma excelente alternativa para o escoamento de grãos de Mato Grosso do Sul, a reativação do Porto de Concepción torna realidade mais uma meta de Governo: o desenvolvimento do Estado”, afirmou Miglioli.

 

Com a reativação da unidade, o Estado passa a contar com um novo canal de escoamento de grãos para o exterior. Os primeiros envios de grãos para o modal de transporte serão feitos de forma experimental. A carga sairá principalmente da região sul de Mato Grosso do Sul e seguirá até o país vizinho por rodovia – o que dá mais competitividade aos grãos sul-mato-grossenses.

 

Para o Paraguai, a reinauguração do porto marca o início do corredor Atlântico-Pacífico. “Nós, como governo, propusemos que o Paraguai seja o centro da via navegável e o eixo para atravessar o Atlântico para o Pacífico. São Paulo e Antofagasta são os portos mais importantes de ambos os oceanos e a linha direta passa pela Concepción”, disse o ministro da Indústria e Comércio do Paraguai, Gustavo Leite.

 

Pelo menos um milhão de toneladas de soja de MS devem ser exportadas para a Argentina pelo Porto de Concepción

 

Capacidade

 

De propriedade do governo paraguaio, o Porto de Concepción está concessionado à empresa Baden SA. Foram investidos US$ 7,5 milhões na modernização das estruturas do terminal. De acordo com as autoridades do país vizinho, esses investimentos devem chegar a US$ 12 milhões.

 

Os novos equipamentos instalados no porto têm capacidade de receber até 500 toneladas de grãos por hora (descarga de caminhões) e 1.400 toneladas hora de elevação de grãos. Já a capacidade de elevação de barcaças será de 1.000 toneladas hora, o que permite capacidade de armazenamento estático de 34.000 toneladas de grãos, distribuídas em quatro silos verticais e um silo de armazém.

 

Também foram instaladas duas balanças para pesar os caminhões na entrada e saída do porto, bem como duas plataformas para caminhões de até 120 toneladas de capacidade para descarregar os grãos nos silos.

 

 

Prêmio de Qualidade da Gestão MS recebe inscrição até dia 10 de março

Termina no dia 10 de março o prazo para inscrições ao Prêmio Qualidade da Gestão MS (PQG/MS), do Movimento Mato Grosso do Sul Competitivo. Organizações devem acessar o portal do MS Competitivo.

 

O PQG/MS vem se aperfeiçoando a cada ano fazendo com que as organizações públicas e privadas participantes melhorem seus resultados.  Ao longo do ano são desenvolvidos vários treinamentos seguindo a metodologia do Modelo de Excelência na Gestão (MEG), da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ). O objetivo é valorizar as empresas que buscam a excelência de desempenho, estimulando assim o aperfeiçoamento contínuo da gestão empresarial.

 

Participar do PQG/MS é ter uma visão sistêmica do seu modelo de gestão; fazer sua autoavaliação e consequentemente elevar a cooperação interna para a identificação dos processos gerenciais; submeter o sistema de gestão a uma avaliação externa e independente, que utiliza critérios reconhecidos internacionalmente. No Relatório de Avaliação entregue pela equipe de avaliadores, o participante identificará os pontos fortes e oportunidades de melhoria que darão subsídios para a elaboração de um Plano de Melhorias da Gestão – PMG.

 

O Prêmio é formado por três categorias: uma de autoavaliação e duas de Premiação: O PQG-MS 125 pontos – Primeiros Passos para a Excelência,  para as organizações que iniciam um programa de melhoria da gestão. Nesta categoria não há reconhecimento público, a organização participante recebe um certificado de organização em busca da excelência.

 

A primeira categoria de premiação é o PQG-MS 250 pontos “Compromisso com a Excelência, para as organizações iniciantes ou que já tenham participado nesta modalidade”. Por fim, o PQG-MS 500 pontos “Rumo a Excelência” para as organizações premiadas na faixa na categoria 250 pontos, que já tenham participado dessa modalidade. Todas as categorias são divididas em bronze, prata e ouro.

 

MS Competitivo

 

Presidido atualmente pela Fecomércio-MS, o MS Competitivo é voltado para organizações públicas e privadas de grande e pequeno porte. O compromisso é de mobilizar o maior número de lideranças para a melhoria da qualidade, produtividade e competitividade das organizações e do terceiro setor,  a fim de consolidar as cadeias produtivas que fortalecem a vocação natural do Estado, agregando qualidade de vida para a população sul-mato-grossense.

Associação Comercial de Campo Grande traz Branca Barão, em março

Em comemoração ao mês em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, a Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) traz a Capital, no dia 7 de março, a palestrante internacional Branca Barão para comandar o evento ‘Mulheres que Brilham têm Propósitos’. Composto por palestra, roda de negócios e coquetel, o encontro espera reunir empresárias e colaboradoras de diversos segmentos, e foi pensado para demonstrar a importância do autoconhecimento para a construção de uma vida mais consciente e mais feliz.

 

Entre os temas abordados, Branca falará sobre o poder de influência que uma mulher tem quando é autêntica e espontânea, e como a autoconsciência baseada em valores pode mudar uma vida inteira. “Tradicionalmente no mês da Mulher, a Associação Comercial traz a cidade uma convidada de renome, a fim de promover reflexões sobre temas diretamente ligados ao universo de lutas e desafios femininos. A palestrante deste ano pretende demonstrar a clareza e responsabilidade em relação às escolhas que fazemos, e os motivos para essas escolhas – na vida pessoal e profissional -, permitindo que as participantes encontrem em si mesmas os valores que representam hoje”, explica o gestor da Escola de Varejo da ACICG, Moacir Pereira Júnior.

 

Especialista em comportamento humano e master trainer em Programação Neurolinguística, a consultora, escritora e palestrante Branca Barão viaja pelo Brasil e Estados Unidos há mais de 14 anos ministrando palestras e cursos personalizados com metodologia própria, que une interatividade, emoção e experiência para estimular a capacidade de comunicação, a criatividade e a inovação, propondo novas formas de engajamento , mudanças comportamentais, construção e fortalecimento de cultura organizacional para mais de 120 empresas de diversos segmentos.

 

Autora do livro BestSeller “8 ou 80 – Seu melhor amigo e seu pior inimigo moram aí, dentro de você!” com mais de 15 mil cópias vendidas, presente no ranking dos mais vendidos de 2013 nas principais listas do país (Veja, Laselva e Publishnews). Coautora dos livros “Manual de Treinamento e Desenvolvimento – Volume I – Gestão e Estratégias” e “Ser + com T&D”.

 

Para participar os interessados devem procurar a Escola de Varejo da Associação COmercial, localizada na Rua 15 de Novembro, 390, Centro. Os ingressos são limitados. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (67) 3312-5058 / 98405-4600, ou pelo e-mail escoladevarejo@acicg.com.br.

Consultor de marketing apresenta as principais novidades do varejo

Seja qual for o tamanho da empresa, estar antenado com as novidades do setor de varejo é fundamental para a sobrevivência e crescimento no mercado. Com este objetivo, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande – CDL CG traz à Capital a palestra “Tendências, Inovações e Sucesso do Varejo”, com o consultor de marketing do Sebrae-SP, Gustavo Carrer.

 

Carrer participou da NRF Big Show, que aconteceu no mês de janeiro, em Nova Iorque. Realizado anualmente, há mais de um século, o evento reúne líderes do varejo mundial para discutir as tendências do mercado e oferece aos participantes uma visão incomparável das transformações mais relevantes sob o ponto de vista de personalidades e especialistas. E essa visão que o consultor vai compartilhar com o setor varejista do Estado.

 

A palestra de Carrer é muito dinâmica, com informações de como aplicar na prática as tendências, inovações e soluções apresentadas na feira de varejo de Nova Iorque no dia a dia das empresas. Os participantes terão acesso a ideias e insights para impulsionar seu negócio, também conhecerão as novas tecnologias que estão disponíveis para o setor e sairão inspirados para crescer e melhorar.

 

Gustavo Carrer é consultor especialista de Marketing do Sebrae-SP. Possui Mestrado em Gestão da Tecnologia e Inovação pela Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, Graduação em Engenharia Eletrônica pela EESC – USP, Pós-Graduação em Administração de Empresas pela FAAP e Especialização em Qualidade no Varejo pela Fundação Vanzolini – Poli USP. Tem experiência de mais de 20 anos na área de Marketing, acumulada em empresas como Brahma, Coca-Cola, Senac e Ceterp. Atua desde 1997 como Consultor Especialista de Marketing do Sebrae-SP, onde desenvolveu e coordena o Programa Comércio Varejista do Estado de São Paulo. Docente de cursos de pós-graduação e palestrante das áreas de Marketing, Inovação, Varejo e Empreendedorismo.

 

A palestra acontece no dia 22 de fevereiro, às 19h, no auditório da CDL CG, na Rua Antônio Correa, 417. Valor do convite para associado: R$ 20,00. Para não associado: R$ 30,00. Para adquirir os convites e mais informações: 3320-4000

Produto Interno Bruto brasileiro cresceu 1% em 2017, segundo a FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, cresceu 1% em 2017 e atingiu o valor de R$ 6,51 trilhões, segundo o Monitor do PIB da Fundação Getulio Vargas (FGV). O indicador, divulgado hoje (21), não é um dado oficial, já que o PIB é calculado oficialmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e será divulgado no dia 1º de março.

 

Segundo a FGV, o indicador cresceu depois de dois anos de retração, com resultados positivos na agropecuária (12,8%), indústria (0,1%) e no setor de serviços (0,3%). Entre os segmentos da indústria, a principal alta ficou com a extrativa mineral (4,5%). A construção teve a única queda dentro da indústria (-5%).

 

Entre os segmentos dos serviços, o destaque ficou com o comércio (1,8%). Também cresceram os grupos de transportes (1,1%), imobiliários (1%) e outros serviços (0,7%). Tiveram queda os serviços de informação (-1,7%), intermediação financeira (-1,6%) e administração pública (-0,6%).

 

Sob a ótica da demanda, o consumo das famílias, com alta de 1,1%, e as exportações, com avanço de 6%, foram os responsáveis pelo crescimento da economia brasileira. Os investimentos tiveram queda de 1,9% e o consumo do governo recuou 0,5%. As importações cresceram 4,9%.

 

Último trimestre

 

No quarto trimestre do ano, o PIB cresceu 2,3% na comparação com o mesmo período do ano anterior, com altas de 5,1% na agropecuária, 3,1% na indústria e 1,9% nos serviços. Sob a ótica da demanda, foram registrados crescimentos de 3% no consumo das famílias, 3,5% nos investimentos e 12,4% nas exportações. O consumo do governo manteve-se estável.

 

Fonte: Agência Brasil

Supremo julgará em março última ação sobre acordo entre bancos e poupadores

O Supremo Tribunal Federal (STF) deverá julgar no dia 1º de março o referendo da liminar na qual o ministro Ricardo Lewandowski homologou a última ação sobre o acordo financeiro entre a Advocacia-Geral da União (AGU), representantes de bancos e associações de defesa do consumidor para encerrar os processos na Justiça que tratam de perdas financeiras causadas a poupadores por planos econômicos das décadas de 1980 e 1990. O acordo foi assinado no fim do ano passado.

 

Apesar de ter sido homologada liminarmente na semana passada pelo ministro, a decisão precisa ser julgada pelo plenário por tratar-se de uma ação constitucional. A homologação do ministro era aguardada por ser a mais abrangente sobre a questão. Antes da decisão de Lewandowski, os ministros Dias Toffoli e Gilmar Mendes também haviam homologado ações que estavam sob sua relatoria.

 

O acordo vale para quem ingressou com ação na Justiça e prevê pagamento à vista para poupadores que tenham até R$ 5 mil a receber. Já os que têm saldo entre R$ 5 mil e R$ 10 mil, serão pagos em três parcelas, uma à vista e duas semestrais. A partir de R$ 10 mil, o pagamento será feito em uma parcela à vista e quatro semestrais. A correção para os pagamentos semestrais será feita pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

 

O acordo também prevê descontos para poupadores que receberão quantia superior a R$ 5 mil. O deságio varia conforme o saldo e começa em 8% para aqueles que receberão entre R$ 5 mil e R$ 10 mil; 14% para os que receberão na faixa de R$ 10 mil a R$ 20 mil; e 19% última ação sobre acordo entre bancos e poupadores% para investidores que têm direito a receber mais de R$ 20 mil.

 

O acordo é relativo à correção de aplicações na poupança durante a entrada em vigor dos planos econômicos Bresser (1987), Verão (1989) e Collor 2 (1991). Pelas estimativas do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), cerca de 3 milhões de pessoas poderão ser beneficiadas.

 

Negociado entre o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), a Frente Brasileira dos Poupadores (Febrapo) e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) há mais de duas décadas, o acordo foi mediado pela AGU e teve supervisão do Banco Central (BC).

 

Fonte: Agência Brasil

Congresso Nacional aprova crédito especial de R$ 2 bilhões aos municípios

O Congresso Nacional aprovou ontem (20) o Projeto de Lei (PLN) 1/18, que abre crédito especial de R$ 2 bilhões aos municípios. Os recursos serão destinados aos Ministérios da Educação (R$ 600 mil), Saúde (R$ 1 bilhão) e Desenvolvimento Social (R$ 400 mil) para viabilizar o auxílio financeiro às prefeituras. A matéria foi aprovada em votação simbólica e vai à sanção presidencial.

 

A verba estava prevista em medida provisória editada pelo governo federal no final de dezembro do ano passado, que autoriza a União a transferir aos entes federativos que recebem o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) recursos destinados à superação de dificuldades financeiras emergenciais.

 

Na Mensagem do Executivo enviada ao Congresso Nacional, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, argumenta que as alterações decorrentes da abertura deste crédito “não afetam a obtenção da meta de resultado primário fixada para o exercício corrente, uma vez que se referem a remanejamento entre despesas primárias discricionárias do Poder Executivo para priorização das novas programações, as quais serão executadas de acordo com os limites de movimentação e empenho”.

 

Segundo a justificativa, parte desse crédito, no valor de R$ 271,6 milhões refere-se ao cancelamento de despesas primárias pertencentes ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

 

Fonte: Agência Brasil

Para diretor da Federação das Indústrias de MS, Jucems Digital beneficiará setor empresarial

Ao participar do lançamento da Jucems Digital (Junta Comercial do Estado de Mato Grosso do Sul), realizado nesta segunda-feira (19), no auditório da Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), em Campo Grande (MS), o diretor da Fiems, Irineu Milanesi, destaca que o novo sistema marca uma nova era no acesso às informações disponibilizadas pela Junta.

 

“É um anseio que temos há muito tempo. Esse trabalho representa uma evolução e agilidade muito grandes na tramitação de documentação e irá satisfazer muito o setor contábil e empresarial, reduzindo tempo e custo. É um sistema muito bem planejado e eu acompanhei esse processo como vogal da Junta Comercial, que durou cerca de três anos, mas que era discutido há mais de dez anos”, afirmou Irineu Milanesi.

 

Na avaliação do governador Reinaldo Azambuja, o lançamento da Junta Digital é um facilitador, principalmente para os empresários, na agilidade de todos os serviços envolvidos pela autarquia. “No início de 2015, levava-se quase 35 dias para a abertura de uma empresa. Reduzimos isso para 17 dias e hoje, com esse sistema digital, poderemos fornecer essa abertura de empresas com três dias”, salientou.

 

Ele também ressalta que com a Jucems Digital não é mais necessário se deslocar à sede da autarquia. “É possível fazer isso pelas vias digitais com muita rapidez, muita modernidade, dando facilidade a todo o setor empresarial e todos aqueles que necessitam dos trabalhos da Junta em Mato Grosso do Sul. Além disso, facilitará a abertura de novas empresas no Estado”, completou.

 

O secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, explica que durante os próximos seis meses a Jucems realizará os processos de forma digital e analógica, enquanto serão promovidas capacitações para os contadores do todo o Estado. “Temos uma parceria com o Conselho Regional de Contabilidade e vamos em todos os municípios fazer essa capacitação, porque é fundamental que o contador entenda a forma de fazer, que tipo de documento apresentar e para que ele também tenha segurança”, detalhou.

 

Jaime Verruck reforça que o grande objetivo do sistema é a garantir segurança que a Junta Comercial sempre deu no processo de registro. “Então a capacitação vai ser o próximo passo para que consigamos ter apenas registros digitais de empresas em MS. A ideia de permitir maior agilidade na abertura de empresas é criar um ambiente de negócios mais favorável. Agora, o próximo passo é integrar a Junta Comercial com as prefeituras, para que inscrições municipais, inscrições estaduais e alvarás também ocorram de forma digital”, ressaltou.

 

Já o presidente da Jucems, Augusto Cesar Ferreira de Castro, fala que o novo sistema é um é um salto na relação com os empreendedores, porque vai encurtar os caminhos e vai reduzir o tempo de abertura de empresas. “É um grande avanço, possibilitando o acesso à Junta a todos os municípios de Mato Grosso do Sul e do Brasil. Empresas que têm filiais aqui vão poder utilizar esse serviço e empresas que estão aqui no Estado. O grande ganho é abrir as portas para todos os municípios de Mato Grosso do Sul”, finalizou.