Na primeira reunião do ano, MS Indústria aprova R$ 50 milhões em investimentos e potencializa 300 novas vagas de emprego

Na primeira reunião de 2020, o Fórum Deliberativo do MS Indústria aprovou três projetos de implantação de novas indústrias e um de ampliação. Juntos, os empreendimentos somam R$ 50 milhões em investimentos, com potencial para gerar 300 novos empregos em Mato Grosso do Sul.

 

Seguindo a tendência de expansão da piscicultura no Estado, foi aprovado a implantação de um frigorífico de pescados em Bataguassu, com previsão de investir R$ 2,07 milhões e gerar 50 empregos diretos. A indústria prevê fazer o processamento de tilápias e outros produtos, como o salmão, para comercialização no mercado interno.

 

Em Três Lagoas, deve se instalar uma indústria que prevê usar alta tecnologia para fabricação de ferro ligas e chapas. O investimento total está estimado em R$ 8,3 milhões, com geração direta de 17 empregos.

 

Já em Selvíria, a previsão inicial da empresa era investir R$ 5 milhões para a fabricação de perfis de alumínios, tubo de aço inox e serviço industrial de pintura eletrostática, com previsão de 80 novos empregos. Porém, após a reunião a e empresa comunicou o Governo que vai antecipar a segunda fase de investimentos, que vai totalizar R$ 10 milhões e 120 empregos.

 

A ampliação aprovada pelo fórum será em São Gabriel do Oeste, onde uma indústria frigorífica de abate de bovinos vai investir R$ 27,3 milhões para implantar o setor de desossa e, para isso, vai contratar 140 novos trabalhadores. A unidade também está em processo habilitação para venda aos mercados internacionais.

 

O frigorífico em fase de ampliação está instalado no Núcleo industrial de São Gabriel, onde o Governo do Estado fez investimentos em 2019 no asfaltamento do acesso, utilizando recursos do Fadefe (Fundo de Apoio Desenvolvimento Econômico e de Equilíbrio Fiscal do Estado). O núcleo de Dourados também recebeu investimentos em infraestrutura do Governo do Estado e lá, uma empresa armazenadora recebeu a doação de um terreno para instalar uma unidade de secagem e armazenagem de grãos.

 

“O ano começou com elevado número de cartas-consultas de empresas interessadas em investir em Mato Grosso do Sul e isso representa uma sinalização positiva para o desenvolvimento econômico.  Atualmente temos R$ 15 bilhões no painel de investimento, em empreendimentos que reforçam cadeias estruturais e a interiorização do desenvolvimento”, afirmou o titular da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, que também preside o Fórum Deliberativo do MS Indústria.