Restituição de R$ 43,7 mi do Imposto de Renda ajuda a alavancar economia de Mato Grosso do Sul no trimestre

A Receita Federal depositou otem (15) R$ 43,7 milhões na conta de 35.788 contribuintes de Mato Grosso do Sul, referentes ao quinto lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2019. O lote inclui também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018. Um aporte de recursos importante para a economia do Estado, neste último trimestre de 2019, e que pode contribuir para as festividades de fim de ano, aquecendo as vendas no comércio.

 

“Juntamente com a liberação de outros recursos como Pis/Pasep, FGTS e o 13º salário esse montante ajuda a garantir um otimismo maior neste segundo semestre, especialmente nessa reta final, às vésperas das festas de fim de ano, que possuem um apelo emocional maior para motivar as compras. Também devem ser investidos no pagamento de dívidas, o que é positivo, pois reduz as possibilidades de inadimplência da população, além desse valor retornar de alguma forma para o comércio, seja pelas instituições financeiras ou em estabelecimentos comerciais”, explica a economista do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Econômico da Fecomércio-MS (IPF-MS), Daniela Dias.

 

Para saber se teve a restituição liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146. A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF.

 

Em todo o Brasil, será restituído o imposto para 2.703.715 contribuintes, totalizando R$ 3,5 bilhões. Com informações da Receita Federal.