CNI promove, no dia 4 de julho, diálogo com os seis pré-candidatos à Presidência da República

O evento Diálogo da Indústria com os candidatos à Presidência da República, que será promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em 4 de julho, definiu como será a participação dos concorrentes ao Palácio do Planalto nas eleições deste ano. Em reunião realizada em Brasília, assessores de cada comitê da campanha e dirigentes da CNI sortearam a ordem em que cada postulante apresentará suas ideias para governar o Brasil pelos próximos quatro anos para, em seguida, ser sabatinado por representantes da indústria brasileira.

 

O evento será realizado no Centro Internacional de Convenções do Brasil, em Brasília, e terá início às 9h, com o pré-candidato do PSDB, Geraldo Alckmin. Às 10h, será a vez da pré-candidata da Rede, Marina Silva. Para concluir a sessão da manhã, falará o pré-candidato do PSL, Jair Bolsonaro. Após intervalo para almoço, o evento será retomado às 13h com o pré-candidato do MDB, Henrique Meirelles. Em seguida, às 14h, subirá ao palco o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes. Para encerrar o evento, o pré-candidato do Podemos, Álvaro Dias, falará a partir das 15h. A moderação do Diálogo da Indústria com os presidenciáveis será feita pelo jornalista Roberto D’Avila.

 

“Além de conhecer os planos de governo dos pré-candidatos, vamos apresentar a eles diversas propostas, com iniciativas que o setor industrial considera fundamentais para romper obstáculos ao crescimento da economia, estimular o amadurecimento institucional e melhorar a qualidade de vida da população”, afirma o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade.

 

Regras de participação

 

Cada participante do evento terá 25 minutos para expor seus planos de governo à plateia, que contará com a presença de cerca de 2 mil representantes do setor produtivo e outros convidados.

 

Em seguida, haverá sessão de 21 minutos para perguntas – que serão elaboradas com base nos documentos das Propostas da Indústria para as Eleições 2018 –, dos quais 15 minutos estão reservados para o pré-candidato (a) formular as suas respostas.  Duas perguntas serão feitas por empresários e uma escolhida pelo público presente, a partir de três opções apresentadas pela CNI.

 

Na sequência, cada pré-candidato(a) terá cinco minutos para suas considerações finais. Estão reservados ainda 20 minutos para coletiva de imprensa, em um espaço contíguo ao salão principal do evento.

 

A CNI apresenta as propostas da indústria aos presidenciáveis desde a eleição de 1994. Neste ano, serão encaminhados aos candidatos 43 documentos com as sugestões do setor, elaborados com base no Mapa Estratégico da Indústria 2018-2022. Além de um diagnóstico da situação da situação atual e das tendências em cada área, o Mapa Estratégico estabelece metas claras e ações factíveis em 11 fatores-chaves, entre os quais estão a segurança jurídica, a educação, a infraestrutura, o ambiente macroeconômico, a eficiência do estado, a governança e a inovação.

 

DIÁLOGO DA INDÚSTRIA COM CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Centro Internacional de Convenções do Brasil | Brasília | 04 de Julho

9h Geraldo Alckmin
10h Marina Silva
11h Jair Bolsonaro
13h Henrique Meirelles
14h Ciro Gomes
15h Álvaro Dias