Com programa de incentivo à aviação, Estado recebe voo entre Bonito e São Paulo

 

Referência mundial no ecoturismo, o município de Bonito terá conexão aérea direta com São Paulo a partir de 2 de dezembro de 2021. Ontem  (13), na Governadoria, o governador Reinaldo Azambuja recebeu a diretoria executiva da Gol Linhas Aéreas para o anúncio de dois novos voos semanais ligando os aeroportos de Congonhas (CGH) e de Bonito (BYO), sempre nas quintas-feiras e domingos.

 

O novo trecho é inédito na história do Mato Grosso do Sul. Em Congonhas, a decolagem está prevista para às 12h40, e a aterrissagem em Bonito, às 13h40. A saída do novo destino acontecerá às 14h20, com pouso na capital paulista às 17h10 (horários locais). Os voos serão operados com o jato Boeing 737-700, que tem capacidade para 138 passageiros. As passagens já estão à venda no site da empresa.

 

Anúncio de nova rota reuniu autoridades estaduais na Governadoria

 

Segundo Reinaldo Azambuja, a nova rota da companhia aérea, que já opera em Campo Grande e Dourados, se torna possível graças ao programa “Decola MS”, lançado em 2017 para reduzir a cobrança de impostos sobre o combustível da aviação e facilitar a abertura de novos voos comerciais em Mato Grosso do Sul.

 

“O ‘Decola MS’ veio para baratear o ICMS do querosene, prospectando novos voos, como o anunciado hoje entre Congonhas-Bonito. Temos esse programa que potencializa a abertura de novos voos para vários destinos. Com ele, abrimos mão de tributo para gerar movimentação econômica, com hotéis, passeios, bares e restaurantes cheios”, destacou o governador.

 

Presidente da Gol, Paulo Kakinoff falou da experiência da companhia em modelar novos destinos no Brasil, com base na redução do ICMS. “Nosso histórico de pelo menos oito anos de expansão da malha aérea apoiada na redução de ICMS é muito positivo. Não há nenhum destino que deixou de ser operado por uma decisão do governo local, por uma avaliação de que o impacto financeiro total foi negativo”, contou.

 

Para o diretor-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur-MS), Bruno Wendling, a nova rota turística, aguardada há muitos anos, potencializa o ecoturismo do Estado. “Para crescer, o turismo precisa de competitividade. Bonito, naturalmente, já é por causa de suas belezas e atrativos naturais, mas o acesso ainda era algo que precisávamos destravar – o que está sendo feito agora”, falou.

 

Presidente da Gol, Paulo Kakinoff deu detalhes da nova operação em MS

 

Estruturação de Bonito

 

Bonito recebe mais de R$ 300 milhões de investimentos do Governo do Estado em obras de infraestrutura. Para o governador Reinaldo Azambuja, a cidade passa por um processo de reestruturação que beneficiará não só os moradores mas também o fluxo turístico, que deve crescer após o início da operação da Gol.

 

Bonito recebe R$ 300 milhões em novos investimentos de infraestrutura, disse o governador

 

 

“Teremos Corpo de Bombeiros, grandes eixos rodoviários, infraestrutura urbana, minianel, acesso rodoviário de Bonito a Anastácio, pelo 21, e pavimentação da Estrada do Turismo, que liga a cidade até a Ilha do Padre e outros passeios, além da reconstrução da estrada de Guia Lopes até Bonito. São mais de R$ 300 milhões só naquela região. Vamos criar essas novas estruturas para dar mais conforto e segurança”, ressaltou.

 

Conforme o prefeito da cidade, Josmail Rodrigues, o movimento turístico pode crescer mais de 300% apenas com os novos voos da Gol. “Vai alavancar muito o nosso ecoturismo. Hoje, Bonito recebe em média 1.200 pessoas por mês. Calculando em números, vamos crescer para 4 ou 5 mil pessoas por mês. Agradeço o empenho do Governo do Estado e de todos que se dedicaram para esse novo voo acontecer. Isso é um presente para Bonito”, falou.

 

Já o secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, disse do “grande trabalho” realizado pelo Governo do Estado na região para facilitar os acessos a todos os atrativos turísticos. “Bonito está se preparando para esse aumento efetivo do fluxo de turistas que teremos. O Estado se volta aos destinos de Bonito, Jardim e também Pantanal com esse olhar de infraestrutura e integração”, avaliou.

 

Vacinação e retomada do turismo

 

Ao anunciar a nova rota turística, o presidente da Gol destacou o trabalho do Governo de Mato Grosso do Sul no incentivo à vacinação contra à covid-19, fomentando a retomada econômica antes do fim da pandemia. “Baseada em planejamento e execução altamente profissional, a condução da vacinação é motivo de reconhecimento, registro e agradecimento de todos nós. Dificilmente estaríamos aqui hoje se o Estado estivesse lidando com patamares muito baixos de vacinação. Não é por acaso que Bonito seja o primeiro destino que a gente anuncia a abertura de voos”, afirmou Paulo Kakinoff.

 

Presidente do Programa de Saúde e Segurança na Economia (Prosseguir), Eduardo Riedel, ressaltou que o desempenho do Estado na condução da pandemia reflete na movimentação econômica. “Um dos fatores que possibilita essa ampliação dos voos para Mato Grosso do Sul passa pela atuação do Governo do Estado em relação ao combate à pandemia e isso inclui o processo de vacinação estratégico que adotamos. O resultado dessa notícia, da vinda de voos da Gol para cá, é que teremos um volume maior de turistas em Bonito, com uma pegada ecológica, gerando uma economia positiva para nosso Estado, o que vai proporcionar mais emprego e renda para nossa população. É uma grande conquista”, disse.

 

Também participaram do anúncio da nova rota aérea da Gol o secretário estadual de Fazenda, Felipe Mattos; o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Paulo Corrêa; vereadores de Bonito; e representantes do trade turístico local.

 

Movimento turístico será ampliado com voo direto entre São Paulo e Bonito