Conceito das ‘Cidades de 15 minutos’: referência para novos empreendimentos imobiliários

 

Poder se locomover com rapidez e agilidade, a pé ou de bicicleta, para resolver as coisas do dia a dia é o sonho da maioria das pessoas e é uma tendência que vem surgindo no mundo moderno, conquistando cada vez mais espaço. O conceito das “Cidades de 15 minutos” foi desenvolvido pelo urbanista Carlos Moreno, em resposta à pandemia do coronavírus.

 

A ideia surgiu na Europa, mais precisamente em Paris, durante a pandemia da Covid-19, com a expansão da micromobilidade e maior disponibilidade de bicicletas na cidade. As “Cidades de 15 minutos” se tornaram tendência ao redor do mundo e a expectativa é que grande parte das cidades adotem esse plano a longo prazo.

 

 

Esse conceito propõe que tudo o que os moradores da cidade precisam, deve estar à disposição a uma distância de no máximo 15 minutos de caminhada ou de bicicleta. Isso faria com que os deslocamentos fossem mínimos: entre a residência, o trabalho, escola, restaurantes, espaços de lazer, hospitais, parques e praças, etc.

 

 

Tendência que vem conquistando espaço na construção civil. Em Campo Grande (MS), a HVM Incorporadora é adepta do conceito e um dos critérios avaliados antes de desenvolver um projeto é a localização. “Nossos empreendimentos são pensados de uma forma ampla, começando pela região onde será construído, para que o entorno forneça tudo aquilo que o morador precisa: trabalho, cultura, esporte, lazer, educação, gastronomia e o contato com natureza, que em Campo Grande é muito generosa com a gente”, explica o diretor executivo, Rodolfo Luiz Holsback.

 

 

 

O mais recente lançamento da incorporadora, o residencial “Maya Parque das Nações”, será construído nos altos da Avenida Afonso Pena, em frente ao maior parque da cidade e próximo de lojas comerciais, consultórios médicos e também de um dos principais shoppings da Capital.

 

 

 

“A qualidade de vida é um dos pilares fundamentais da HVM Incorporadora na escolha da localização de seus empreendimentos, com locais privilegiados, que permitem deslocamento rápido aos principais pontos da cidade. Não apenas os atributos do projeto, mas também o entorno, devem proporcionar qualidade de vida, diminuindo a necessidade de uso de automóveis, estimulando um estilo de vida mais saudável”, explica o diretor executivo.

 

 

A Central de Decorados fica na Rua Prof. Luís Alexandre de Oliveira (Via Park), 415. Vivenda do Bosque. O horário de atendimento é das 8h às 18h, de segunda a sábado.