Dez dicas para organizar as finanças: aprenda a deixar as contas em dia e comece 2019 com o orçamento equilibrado

A dica fundamental é: não comece um novo ano com velhas dívidas. Para o mestre em finanças pela Universidade Federal de Uberlândia e consultor financeiro Daniel Souza, nunca é tarde para se organizar financeiramente. “Equilibrar o orçamento não é algo que acontece da noite para o dia”, explica. O que se deve é aproveitar a passagem do ano para buscar equilíbrio. “Começo de ano traz bastante reflexão e a gente sempre analisa o que fez no passado. É um momento importante de recomeçar e organizar melhor a vida financeira”, completa Souza.

 

O consultor destaca que a tranquilidade financeira é construída de maneira sustentável quando novos hábitos são conquistados gradativamente. Destacamos, então, dez dicas para aprimorar os hábitos e começar 2019 com a vida financeira equilibrada. Confira:

 

1. Conheça seus gastos e ganhos 
Para ter uma visão melhor de como o dinheiro está sendo gasto, é fundamental organizar uma planilha com todos os gastos e ganhos. Dessa forma, é possível ter uma visão melhor de como o dinheiro está entrando e saindo.

 

2. Gaste menos do que ganha
Depois de organizar tudo em uma planilha, ficará mais fácil saber como eliminar os gastos supérfluos. Assim já é possível equilibrar o orçamento para gastar menos do que se ganha e passar a ficar com a conta positiva.

 

3. Quite suas dívidas
Depois de fazer o levantamento, conhecer seus gastos e eliminar os supérfluos é possível ter um pouco de dinheiro em mãos para quitar algumas dívidas. Entre em contato com as empresas para pagar suas dívidas.

 

4. Renegocie 
Se mesmo com dinheiro em mãos não for possível pagar as contas atrasadas, renegocie! Procure as empresas e busque descontos em seus pagamentos atrasados. Atualmente existem vários programas de renegociação de dívidas e eles podem ser a saída para sua nova vida financeira.

 

5. Crie metas 
Agora que as contas já estão equilibradas, defina metas para realizar sonhos. Economizar sem ter objetivos pode tornar o caminho da economia mais difícil. Defina metas como viagens, a compra de um carro, uma casa. Defina prazos e se desafie constantemente!

 

6. Pesquise antes de comprar
Pesquisar antes de adquirir qualquer coisa pode aumentar suas chances de encontrar preços e condições de pagamento mais favoráveis, que significarão alguma economia. Sempre vale a pena lembrar que qualquer economia é boa para quem deseja se livrar do endividamento.

 

7. Assumindo uma nova dívida
É preciso saber como e quando utilizar o dinheiro. Ao financiar um veículo, por exemplo, tenha em mente que outros gastos como combustível e seguro virão. Avalie se a despesa é realmente necessária e se não irá pesar em seu orçamento.

 

8. Faça uma reserva financeira 
Mesmo depois de conseguir equilibrar o orçamento, é possível que ele possa ser abalado por algum imprevisto. Para se prevenir, procure ter uma reserva financeira para utilizar em situações não planejadas. Com esta reserva você terá muito mais segurança para manter o orçamento equilibrado e permanecer livre das dívidas.

 

9. Faça uma previsão de despesas
Alguns períodos do ano possuem acúmulo de despesas. É o caso do início do ano quando contas como: matrícula na escola, material escolar, IPVA, IPTU, dentre outras, se acumulam no orçamento familiar. É preciso estar prevenido para enfrentar esses momentos sem se endividar.  Faça uma previsão de despesas e não passe aperto!

 

10. Organize-se e não desista! 
Apesar da organização financeira no começo parecer impossível, com o tempo é possível se adaptar a ela e suas ações começam a ficar mais naturais para economizar, realizar seus sonhos e entrar no ano novo com as finanças em dia. Alcançar seus sonhos financeiros demora um pouco e exige esforço. Mas não é por isso que você vai desistir deles, não é? No fim, vale a pena!

 

 

 

Fonte: CEF