Trabalhadores da construção civil fecham acordo com sindicato patronal e terão reajuste salarial de 5%

Cerca de 30 mil trabalhadores que atuam na construção civil de Campo Grande vão ter aumento de 5% nos salários. O reajuste faz parte do acordo fechado entre o Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil de Campo Grande (SINTRACOM) e o Sindicato da Indústria da Construção (SINDUSCON).

 

“É um índice acima da inflação do período, que foi de 3,9%, portanto o reajuste traz ganho real para os trabalhadores”, afirma o presidente do SINTRACOM de Campo Grande, José Abelha, que também explicou porque a negociação levou vários meses. “Tivemos muita cautela nesta negociação para conseguir um acordo que favoreça os trabalhadores. Quando a negociação é feita às pressas corre-se o risco de ter um acordo ruim”, comenta Abelha, que também é presidente da Federação dos Trabalhadores na Construção Civil (FETRICOM-MS).

 

O SINTRACOM também conseguiu reajuste de 6% no vale-alimentação. Outra conquista foi o desconto de apenas 3% no vale-transporte. Pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o desconto é de 6%. “Também conseguimos manter as homologações no Sindicato. Isto é fundamental para verificar se o trabalhador está recebendo direitinho as verbas trabalhistas quando sai da empresa”, explica Abelha. O acordo fechado com o SINDUSCON prevê ainda a manutenção de todos os benefícios que constam na última Convenção Coletiva.

 

O acordo fechado é retroativo ao mês de março, que é a data-base da categoria. Portanto, os trabalhadores ainda vão receber a diferença dos meses de março até agora. “Este acordo só foi possível porque a maioria dos trabalhadores está filiada ao SINTRACOM. O Sindicato torna-se mais representativo com a participação dos trabalhadores”, conclui Abelha.